Taikonews

27/07/2012 • em: Geral

Tempos de revolução?

Mesmo sem combates, consorciados se veem espremidos no tabuleiro

 

Dias de "estranha calmaria" no front. Não há batalhas, não há confrontos diretos, mas o ar está pesado. A qualquer momento uma bomba pode explodir. As movimentações no tabuleiro parecem normais, mas a tensão que existe no espaço poderia detonar várias bombas de altíssima potência. Apesar de ter vencido os dois combates que ocorreram até então, o grupo que parece mais poderoso se encontra em uma situação cada vez pior, pois as hostes inimigas crescem sem parar.

O cerco, aos poucos, vai se formando. Isolados em seus melhores lugares, as companhias consorciadas assistem às belonaves vermelhas, que são mais que o dobro das azuis, angariarem recursos e timidamente se organizarem. Assistindo a tudo de longe, confortavelmente, está a Hoplon Trust. O resultado deste evento pode mudar muita coisa no Taikodom. Em segredo, torce para que tudo se ajeite naturalmente, pois o desgaste, as perdas, os danos seriam menores. Mas não acredita nessa possibilidade. Muito já foi perdido desde a cisão. É chegada a hora da ação.

Acuados, os consorciados buscam reforços através de seu alto-comando, mas sua voz não encontra eco no espaço. Já o Levante, este sim, abraçou o discurso de "explorado" e consegue cada vez mais mobilizar suas peças. É, as coisas já estiveram melhores para quem está no poder.

Mais Taikonews

20/08/2012 • em: Geral
Conquista de Regiões chega ao fim sem combates

Draco Killer é o melhor CEO do evento

Ler notícia completa »
17/08/2012 • em: Geral
Em jogo de gato e rato, consorciados fogem

Companhias do Consortium evitam embates

Ler notícia completa »
Colabora com o TAIKONEWS
« Ver outras notícias